Faltam poucos dias para nossos encontros recomeçarem…

Sempre sinto  que a saudade  que bate é uma dor insuportável, mas faz parte do processo né gente…

Parafraseando Clarice:

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Imaginem o quanto estou apreenssiva pela responsabilidade de escrever nosso proximo curso?

Por isso vim até vcs, buscar inspiração e mostrar a vcs a importancia que cada um  ecoa em mim…

Obvio que tudo cheira a novo, tudo remete a mudanças, sem perder a ternura

Tenho lido tantas coisas…aprendido tantas outras…Tudo com o intuito de levar até vcs algo que possa ressignificar valores e harmonizar as emoções…

Mas pessoal é inegável: nunca na história da civilização tivemos acesso a tal quantidade de informação. Junto com a avalanche de estímulos, uma igual quantidade de dúvidas, angústias e mudança na forma de nos educar, amar e fazer negócios nos atormentam. Afinal, os responsáveis por processar-transformar informação em conhecimento- continua sendo cada um de nós mesmos

Estou muito interessada em dividir com vcs novas conquistas na busca do autoconhecimento. Numa conjunção  socrateana e nitzcheneana poderei reescrever : conhece-te a ti mesmo,  “mas não demasiado”, porque o sujeito não deve entender-se a si mesmo como unidade simples, resolvida, completa, satisfeita. Tenho percebido  que  ao conhecer-se a si próprio,deve descobrir em si mesmo a mesma complexidade, a mesma variável e imprevisível geometria que formam a harmonia do arquipélago inteiro. Em outras palavras: conhecer-se é conhecer o outro.

E conhecer o outro é deixar-se contaminar por outras linguagens.

Tenho deixado o coração falar primeiro para que esse ano possamos ir mais alto, mais a frente, a frente de nós mesmos, e talvez movida por esses sentimentos que foi impossivel deixar de dividir isso aqui e mostrar a todos o quanto sinto falta..

Até breve…

Rita


1 Comment

  1. Olá Rita,
    Também sinto saudades, não vejo a hora de iniciar nossos estudos e encontrar nossos amigos.
    Mas estou aproveitando as férias para organizar os armarios, as gavetas, a casa e a vida. Para ter espaço para receber o novo, não é mesmo?
    Este será um ano de muitas mudanças, já comecei com o trabalho e com novos projetos, estou cheia de vontades, pesquisando novas possibilidades para o ambiente escolar das crianças que ficam na escola em periodo integral. Também estamos empenhados na reforma da casa. Continuo meu curso de pós em gestão pública, e estou tendo algumas idéias para a pesquisa da monografia.
    Tenho certeza que este ano nos surpreenderemos, com o aprendizado e com as pessoas.
    Super bjs
    Carla

Comentários estão fechados.

Close