Para quem se interessar pela leitura do livro de Stephen Hawking faça o download clicando na imagem.

Uma parte do livro para vocês:

” Acostumamo-nos à idéia de que os acontecimentos são causados por acontecimentos anteriores, os quais, por sua vez, são provocados por acontecimentos ainda mais anteriores. Esta cadeia de casualidade estira-se até o passado infinito. Mas, suponhamos que esta cadeia teve um começo.


Admitamos que houve um primeiro acontecimento. Qual foi sua causa? Não é esta uma pergunta que muitos cientistas queriam tratar, mas sim tentavam evitá-la, pretendendo, como os russos, que o universo não tivera começo, ou ainda, que a origem do universo não pertence ao domínio da ciência, mas à metafísica ou a religião. Em minha opinião, esta posição não deveria ser adotada pelos verdadeiros cientistas. Se as leis da ciência se suspendessem no começo do universo, não falhariam também em outras ocasiões? Uma lei não é uma lei se só se cumprir às vezes. Deveríamos compreender o começo do universo a partir de bases científicas. Pode ser uma tarefa além de nossas capacidades, entretanto, ao menos deveríamos tentá-lo.


Em que pese os teoremas que Penrose e eu demonstramos, no qual o universo teria um começo, não davam muita informação sobre a natureza de tal início. Indicavam que o universo começou em uma grande explosão, um ponto em que todo o universo, e tudo o que contém, estava apertado em um só ponto de densidade infinita. Em tal ponto, a teoria geral da relatividade de Einstein deixaria de ser válida, pelo qual não pode ser utilizada para averiguar como começou o universo. Aparentemente, a origem do universo fica mais à frente do alcance da ciência. “


Close